top of page

Médicos aposentados com 40 horas de trabalho num único vínculo, assegure o direito de receber a GDM no valor correto!

médico_feliz_edited.png

Entenda o caso

médica_feliz_edited.png

No decorrer de suas carreiras, alguns médicos optaram por uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, na mesma matrícula siape. E aqui está a parte crucial: a jurisprudência sólida do Superior Tribunal de Justiça (STJ) está ao lado de vocês. Os médicos que optaram pelo regime de 40 horas têm o direito incontestável ao recebimento da Gratificação de Desempenho de Atividades Médicas (GDM) com base nas duas jornadas de 20 horas semanais, ou seja, 20h + 20h.

Porém, a realidade atual não corresponde ao que é justo e merecido. A União, lamentavelmente, não tem cumprido corretamente com o pagamento da GDM em relação à segunda jornada, estabelecendo uma pontuação inferior para a jornada de 40 horas, representando apenas 18% a mais em relação à jornada de 20 horas.

Um exemplo prático do que ocorre

ENTENDA A INJUSTIÇA GDM_edited.png

Esse é o Carlos, ele é médico aposentado do serviço público federal, classe S, padrão III e quando estava em atividade possuía dois vínculos com o Ministério da Saúde:

Primeiro vínculo na matrícula Siape 001: ele trabalhava 20 horas por semana neste vínculo.

Segundo vínculo na matrícula Siape 002: ele trabalhava 20 horas por semana neste vínculo.

Ao final da semana, somando os dois vínculos, ele trabalhava 40 horas semanais.

 - Por cada vínculo de 20 HORAS, após ter se aposentado, hoje ele vem recebendo a Gratificação GDM no valor de R$ 1.543,00 que multiplicada por dois importa o valor total de R$ 3.086,00.

Esse é o Francisco, ele também é médico aposentado do serviço público federal, classe S, padrão III e quando estava em atividade possuía apenas um vínculo com o Ministério da Saúde:

Neste único vínculo na matrícula Siape 003: ele trabalhava 40 horas por semana.

 - Por este único vínculo de 40 HORAS, após ter se aposentado, ele vem recebendo a Gratificação GDM no valor de R$ 1.822,00. 

A injustiça!

Francisco, quando na ativa, trabalhou semanalmente as mesmas 40 HORAS que o Carlos. Ele faz parte da mesma classe e padrão que o Carlos, e mesmo assim recebe R$ 1.264,00 reais a menos.

O prejuízo que o Francisco sofreu nos últimos 5 anos chega a casa dos 75.000 REAIS!

A Justiça Federal tem se posicionado favoravelmente para que a União
repare esse dano financeiro aos médicos

Em 2020 surge os primeiros julgados na Justiça Federal, condenando a União a pagar as diferenças decorrentes desta injustiça cometida contras os médicos que na ativa trabalharam 40 horas semanais e que possuem apenas um vínculo com a União e que recebem a GDM com valor inferior aos médicos que possuem dois vínculos com a União de 20 horas semanais cada. A sentença determina o pagamento dos valores retroativos aos últimos 5 anos, a contar da data de ajuizamento da ação. Os valores são corrigidos monetariamente, com aplicação de juros e taxa SELIC, além da incorporação do valor correto no contracheque do médico.

Abaixo segue uma das decisões.

Por questão da Lei de Proteção aos Dados (LGPD), foi suprimida a informação dos nomes dos autores. Entretanto, há o número do processo no rodapé além dos códigos de assinatura eletrônica do juiz,  bem como a chave do documento público, para fins de comprovação da veracidade da informação aqui contida.

processo montado gdm 40 horas.png

Tribunais Federais da 2ª Instância também analisam a tese de forma favorável aos médicos.

O Desembargador Federal e relator, Aluísio Mendes, após analisar as disposições sobre a Gratificação de Desempenho de Atividades Médicas (GDM), concluiu que as atividades pelos médicos de um vínculo de 40 horas e os médicos de dois vínculos 20 horas cada, são correlatas e os atuais valores praticados violam os princípios da razoabilidade e da isonomia, acarretando tratamento discriminatório, decorrente da redução da remuneração do médico que optou por uma única jornada de 40 horas semanais no mesmo vínculo (mesma matrícula).

Sobre a ABASP

Desde 2007, ano de sua fundação, a ABASP atua como uma entidade civil, sem fins lucrativos na defesa dos associados, dando voz e defendendo os direitos dos inativos em todo território nacional.

 

A ABASP é composta, em sua diretoria e quadro de associados, por aposentados e pensionistas do Serviço Público Federal, que buscam cada dia novas motivações para atuar na defesa de inativos e seus beneficiários de pensão, de outros regimes, como por exemplo o pessoal regido pelo Regime Geral.

Por ter esse formato em sua diretoria, a ABASP proporciona um atendimento mais personalizado para cada carreira do serviço público federal, e esse é o diferencial da nossa associação em relação as outras entidades.

A ABASP luta para que você possua cada vez mais autonomia, bem estar, tranquilidade e para que todos os seus direitos sejam garantidos. Por isto, lutamos juntos com você e por você! Nosso principal objetivo é dar voz e conquistar os direitos dos nossos associados para que os mesmos sejam tratados da mesma forma que são assistidos os servidores público federais em atividade, sobretudo no tocante a ter direito à paridade remuneratória.

Na luta por quem fez esse país!

ATRASADOS PODEM CHEGAR AOS R$ 75.000 REAIS

Solicite um atendimento através do formulário abaixo

A ABASP agradece o seu contato e entrará em contato com você muito em breve.

CONTE COM A ABASP PARA REVISAR O SEU BENEFÍCIO

hands-dollar-bill.png

Inicialmente você terá direito de forma gratuita, uma análise previdenciária do seu benefício, para saber se todas as rubricas estão sendo pagas de acordo com a tabela remuneratória do funcionalismo público federal.

credit-card.png

Assim que o seu processo for ajuizado na justiça, informaremos ao autor do pedido o número da ação para o acompanhamento em tempo real, com todas as informações

e acessos necessários.

tablet-charts.png

Uma vez constatada a viabilidade jurídica de ajuizamento de alguma ação revisional, você também terá de forma gratuita, os cálculos iniciais de seu processo, elaborado por um dos nossos peritos em cálculo.

scale.png

Nossos advogados, especializados no trato da matéria previdenciária, só receberão os seus honorários, no êxito da ação.

coupon.png

Caso o cliente tenha dificuldades em buscar suas fichas financeiras dos últimos 5 anos e seus dados funcionais, necessárias ao cálculo inicial do processo, a ABASP está a disposição e tem condições de providenciar o pedido junto ao órgão federal, liberando assim o cliente de maior burocracia.

receipt.png

Na fase de pagamento do processo, a ABASP prestará todo apoio, para que o próprio cliente, faça o levantamento dos valores junto ao banco designado pela própria justiça federal, através de conta judicial.

bottom of page